sexta-feira, 19 de junho de 2015

Paróquia Nossa Senhora Mãe da Divina Graça

Carta aberta aos Prefeitos e Presidentes das Câmaras Municipais e aos Vereadores.

Aos Srs. (as) Prefeitos (as), Presidente das Câmaras de Vereadores dos Municípios;

“ A escola educa para o verdadeiro, para o bem e para o belo. A educação não pode ser neutra, enriquece ou empobrece” Papa Francisco 10-05-2014.

No mês de junho todos os 5.570 municípios brasileiros deverão aprovar seus Planos Municipais de Educação (PME) de acordo como Plano Nacional de Educação (PNE) 2014-2024, instituído pela Lei 13.005/2014. O PNE foi fruto de um intenso debate democrático com participação dos cidadãos brasileiros e de muitas pessoas com interesse pela família. Nele a Câmara dos Deputados e o Senado Federal rejeitaram a menção, “ igualdade de gênero”. Supreendentemente, o tema reaparece agora colocado no processo para a aprovação dos Planos Municipais de Educação que orientarão as secretarias de educação e as diretorias das escolas municipais nos próximos 10 anos.

A discussão dos Planos Municipais de Educação, deveria ser orientada pelo Plano Nacional de Educação (PNE), votado no Congresso Nacional e sancionado em 2014 pela Presidente da República, do qual já foram retiradas as expressões da ideologia de gênero.

Os projetos enviados aos Legislativos Municipais incluíram novamente, em suas propostas, a ideologia de gênero, como norteadora da educação, tanto como matéria de ensino, como em outras práticas destinadas a relativizar a natural diferença sexual.

A ideologia de gênero subverte o conceito de família, que tem seu fundamento na união estável entre homem e mulher, ensinando que a união entre o mesmo sexo seja igualmente núcleo fundante da instituição familiar.

Não se trata de uma questão religiosa e sim, de uma questão humanística, isto é, do fundamento humano, organizador de uma sociedade. Toda ideologia é um sistema de ideias que esquece seu fundamento e procura impor sua compreensão reducionista a todos;

Por ser uma questão humanista, deve estar fundamentada nas evidências próprias do convívio humano, fundamentos já adquiridos em nossa cultura ocidental a partir das ciências humanas e biológicas que tem seu sentido e alicerce na própria natureza.

Como seguidores de um sadio humanismo, desejando contribuir na construção da sociedade justa e fraterna, expressamos nossa preocupação com uma ideologia que afeta estes valores e que quer se impor a qualquer custo.

Por isso, queremos fazer chegar nossa preocupação aos Nobres Vereadores, legítimos representantes do povo, aos pais, primeiros responsáveis pela educação de seus filhos e, a todos os responsáveis pelas escolas.

Com senso de responsabilidade, vivendo numa sociedade plural, esperamos que o Plano Municipal de Educação a ser votado neste mês, evite qualquer inserção ou imposição da assim chamada “ideologia de gênero. ”
Baseado e defendendo o valor da família que nos é apresentado nas Sagradas Escrituras, como Bispo da Diocese de Parnaíba, venho pedir todas as pessoas de boa vontade, os vereadores e prefeitos inclusive, que apreciam e estimam a família como célula mãe da sociedade  que não aprovem no PME a imposição da ideologia de gênero.

Que Deus abençoe a todos que trabalham na edificação humana de nossas crianças, adolescentes e jovens.

Parnaíba, aos 16 de junho de 2015

+ Alfredo Schaffler

Bispo Diocesano de Parnaíba

Paróquia Nossa Senhora Mãe da Divina Graça

About Paróquia Nossa Senhora Mãe da Divina Graça

Author Description here.. Nulla sagittis convallis. Curabitur consequat. Quisque metus enim, venenatis fermentum, mollis in, porta et, nibh. Duis vulputate elit in elit. Mauris dictum libero id justo.

Subscribe to this Blog via Email :