terça-feira, 20 de março de 2012

Paróquia Nossa Senhora Mãe da Divina Graça

CONSCIENTIZAÇÃO SOBRE A SEMANA SANTA




Semana Santa
Começa no Domingo de Ramos, incluindo o Tríduo Pascal, visando recordar a Paixão e a Ressurreição de Cristo de Cristo, desde a sua entrada Messiânica em Jerusalém .
(cf. NALC, R.31).

DOMINGO DE RAMOS
Neste Domingo, aclamamos Jesus como o Messias que vem realizar as promessas dos profetas e instaurar definitivamente o Reino do Deus da vida: justiça para os pobres e marginalizados, participação de todos, nos bens e na construção da sociedade; convivência fraterna na partilha; paz no mundo e entre as nações; o diálogo aberto e sincero entre as culturas; enfim, a realização plena do sonho de Deus para este mundo e a certeza da vida nova prenunciada para todos na Ressurreição de Jesus.
É muito importante a participação na Procissão neste dia. Os ramos devem ser conservados como sinal e testemunho da fé em Cristo na sua vitória pascal.

TRÍDUO PASCAL (Quinta, Sexta e Sábado)
O Tríduo Pascal da Paixão e Ressurreição do Senhor começa com a Missa vespertina da Ceia do Senhor, possui o seu centro na Vigília Pascal e encerra-se com as Vésperas do Domingo da Ressurreição. (NALC, n.19)

MISSA DA CEIA DO SENHOR  (Quinta-feira Santa)
Nos recorda a Ceia do Senhor. Quando Ele prediz sua Paixão e Morte e despede-se dos Apóstolos na última Ceia. Neste dia, Jesus instituiu a Eucaristia e o Sacerdócio. Na Celebração o sacerdote lava os pés de doze pessoas convidadas, na tradicional cerimônia chamada de Missa do Lava Pés, recordando o gesto de Jesus em lavar os pés de seus discípulos e a dizer: “Amai-vos uns aos outros como Eu vos amei”, significando que devemos servir uns aos outros com total humildade, gratuidade e amor.
Ao final da Missa se faz a Transladação do Santíssimo Sacramento e, em seguida, a Adoração.

PAIXÃO DO SENHOR (Sexta-feira Santa)
Neste dia a Igreja recomenda jejum e abstinência total de carne e acompanha em silêncio os passos de Jesus em seu sofrimento e condenação até a sua entrega total com a morte na cruz. Não se celebra Missa ou qualquer sacramento e comunga-se as hóstias consagradas na Quinta-feira Santa.
A Celebração central deste dia é a das 15 horas, em que, segundo a tradição, Jesus morreu e que se divide em quatro partes: Liturgia da Palavra, Oração Universal, Adoração do Senhor na Cruz e Comunhão. É dia de total silêncio e reflexão.

VIGÍLIA PASCAL (Sábado Santo)
Celebramos a Vigília Pascal. A Vida quer a vida e não a morte. A Ressurreição de Jesus é o milagre do começo da vida, vida nova a partir da morte.
O Círio Pascal, aceso com o fogo novo, luz que surge nas trevas, representada Cristo Ressuscitado vitorioso sobre a morte Senhor da história, Luz que ilumina o mundo.
Na vela estão gravadas as letras gregas Alfa e Ômega, que querem dizer: “Deus é o princípio e o fim de tudo”.

DOMINGO DA PÁSCOA DO SENHOR
Páscoa significa passagem. A Páscoa de Cristo é sua passagem da morte na cruz para a ressurreição. É sua vitória plena e definitiva sobre a morte e todos os males. Desse modo, a humanidade a ressurreição de Jesus mudou totalmente a história da humanidade e de cada ser humano.
A Páscoa é o mistério unificador de toda a nossa fé cristã, sendo, assim, a Festa principal da Igreja.

NALC – Normas sobre o ano litúrgico e o calendário.   



Paróquia Nossa Senhora Mãe da Divina Graça

About Paróquia Nossa Senhora Mãe da Divina Graça

Author Description here.. Nulla sagittis convallis. Curabitur consequat. Quisque metus enim, venenatis fermentum, mollis in, porta et, nibh. Duis vulputate elit in elit. Mauris dictum libero id justo.

Subscribe to this Blog via Email :